[ santa mima ]

Friday, May 06, 2005

e deus criou a terra e o homem e a mulher e os seres celestiais. e foi aih que fudeu tudo...

Conta um velho lenhador da Serra da Bodoquena, que a anos atrás o mundo era povoado por uma raça que não mais existe aqui entre nós, os seres celestiais. Outrora, Deus havia criado esses seres para que guiassem os humanos rumo a uma vida plena, feliz e futura, rumo à eternidade real.

Mas a ambição de alguns desses seres criou uma desarmonia muito grande entre seres celestiais e humanos. Deus extremamente magoado com a ambição dos celestiais baniu-os da terra, para que dessa forma não fossem corrompidos pelos humanos.

Após tudo isso, seguimos adiante até os tempos modernos, onde nasceu uma criança dos olhinhos claros, a qual recebeu o nome de Mima.

Ela havia sido a escolhida de Deus para carregar sua palavra pelo nosso mundo bastardo.

Assim que crescida, Mima começou a perceber que tinha uma missão a cumprir, pois sua vida era muito dura e complicada, sempre se comprometia com homens que realmente não à amavam. Com o passar do tempo Mima começou a ter sonhos durante a noite onde via um futuro melhor a todos, tal qual os seres celestiais faziam a milênios atrás.

Certo dia, Mima encontrou Ptolomeu Bragança Cunha de Almeida Prado Zeferino de Oliveira Santos, por quem se apaixonou perdidamente. Inicialmente, Mima e Ptolomeu tiveram um relacionamento muito bom, onde o sentimento puro que ela carregava no seu ímpeto era retribuído de tal forma como sempre quisera toda sua vida. Mas quando Mima estava no auge da sua felicidade, Deus em sua sã sabedoria colocou seu amor à prova. Em toda sua onipotência e onipresença fez com que Ptolomeu não mais gostasse de Mima como outrora. Logo no princípio Mima percebeu que algo estranho havia acontecido com seu amor. Ela não mais encontrava todo o carinho e alegria que antes tinha. Seus abraços não eram mais retribuídos como eram antes e ela não mais sentia todo calor e segurança que Ptolomeu lhe dava antes. Com tudo isso Mima começou a ficar triste e perdida pelo mundo, até o dia que Ptolomeu à abandonou. Sem maiores respostas, ele a deixou esperando no banco da Praça da Sé, sentada, e chorando desesperada tal qual a criança que perde o seu brinquedo favorito. Nunca mais Mima teve notícias de Ptolomeu.

Seu mundo nesse momento desabou, ela se sentia perdida à mercê dos Exus de Maria Mulamba, as Pomba Giras da vida, e todos os espíritos ruins. Após muito sofrimento, em suas preces Mima pedia um remédio para acabar com essa dor tão forte que ela sentia no peito. Após muitas preces parece que Deus resolveu mostrar para ela com quantos paus se faz uma canoa canadense! Na volta do trabalho, ao passar em frente à uma loja de bibelôs de elefantes Neo Zelandezes confeccionados em argila importada de Tangamandápio, Mima percebeu uma luz cor azul-verde-água-pretróleo que a ofuscou totalmente! Essa luz pairou sobre seu semblante e simplesmente Mima desmaiou na sarjeta acordando somente horas depois. Quando acordou viu-se cercada de seres cinza escuro com pele esticada e olhos bem esbugalhados com cabeças grandes, braços e pernas compridas. Ela ainda estava um pouco dopada de sono, mas pôde perceber que estava sentada em uma grande poltrona de onde ela podia observar a Terra inteira de uma vez só. As criaturinhas cinzas explicaram à ela que ela estava sendo levada ao caminho da explicação de tudo o que já acontecera com ela até hoje.

Nesse momento abre-se um enorme buraco sob seus pés e ela escorrega até um salão escuro onde avista uma pequena luz saindo da fresta do que aparenta ser uma porta. Ela se aproxima e ao abrir a porta depara-se com uma cena horrenda: um salão completamente branco com mais de 200 peões de rodeio sentado em cadeiras mascando fumo e ouvindo Jorge Amado em volume estridente! Ao se deparar com essa cena terrível, a porta se fechou impossibilitando a saída dela daquele antro de perdição. Sem reação a nossa pobre e sonhadora garota senta no chão e se desaba em prantos. E ali ela ficou durante 40 dias e 40 noites, sem um segundo sequer de sono ou vontade de sair do cantinho do quarto. No fim do 40° dia a porta se abriu e tudo o que lhe perturbou durante todo esse tempo, desapareceu de sua frente num passe de mágica. Eis que surge diante de seus olhos um homem que aparenta ter no máximo uns 30 anos, cabelo roxo até a cintura, completamente liso escorrido, porte atlético, 1,97 de altura. Ele se estende seu forte braço em direção à nossa protagonista e à abraça fortemente, consolando-a de todo o mal que passara durante todo esse tempo. Ele à carrega até uma outra sala de onde podem novamente avistar a terra sob seus pés.

Eis que o homem se dirige à Mima e diz: “eu sou aquele que tudo criou, que tudo formou e que escolhi você para ser a primogênita da reconstrução. Você foi aquela que eu escolhi para dar continuidade ao meu trabalho de ensino aos homens que estão no caminho da perdição. Recebeste o dom de amar sinceramente e mostrar aos outros o que realmente querem do fundo de seus corações. Durante todo esse tempo, testei sua fé para saber se realmente era merecedora da tarefa que lhe atribuí, e vejo que se saiu muito bem.”

Após tudo isso nossa heroína começa uma conversa sem fim com o grande criador que lhe explica sobre os seres celestiais e tudo o que ela precisaria para seguir seu caminho de volta a Terra. Então Deus coloca Mima de volta em uma Cápsula (a mesma utilizada pelos Thunder Cats) de volta à sua longa jornada de volta à Terra.

Ao chegar no nosso querido planeta, ela descobre que recebeu um dom muito especial, o de poder ver o que ocupa o coração de cada pessoa e reconhece que foi uma pessoa iluminada pelo grande criador.

A partir daí ela percebeu que deveria reeducar os homens e ensina-los a amar uma mulher como ela deve ser amada. Com isso ela deu início à um processo de peregrinação que foi de São Paulo ao Mato Grosso, e do Rio Grande do Sul ao Maranhão. Ela conheceu muitas pessoas boas e percebeu que a vida de verdade era feita de muita festa, lugares agradáveis mesas de sinuca, garrafas de skol e pessoas que realmente sabiam amar.

Após seu retorno a São Paulo resolveu se isolar no alto do Monte Aconcágua para entrar em processo de meditação, para saber qual seria agora sua sina. Após passar mais 40 dias e 40 noites sobre o monte, sem internet, Marlboro e chocolate, ela resolveu descer (mesmo porquê ninguém é de ferro e não agüenta ficar mais que 40 dias sem cigarro e internet e chocolate, já que uma caixa de bombom é quase um marido), e ver o que a vida guardava para ela. Foi nesse momento que ela viu novamente uma luz e recebeu a mensagem divina das criaturinhas cinzas e percebeu que deveria fundar sua igreja para que dessa forma ela pudesse propagar sua palavra por todos os meios de comunicação em massa e tornas as pessoas mais sensíveis ao verdadeiro amor!

Após isso ela ligou o computador e resolveu abrir o MSN. Após postar sua idéia no Fotolog, Mima divulgou suas idéias de fundar a sua religião. Após algumas horas a sua idéia foi lida pelo Pastor H0rus Tadeu, que havia feito um curso de auxiliar de parteira por correspondência do renomado Instituto Universal Brasileiro e se interessou pela idéia, e percebeu que ali havia um firme propósito fundamentado em sinceras idéias de um mundo melhor. Após tudo isso foi dado entrada no processo de beatificação de Santa Mima e foi fundada a Igreja Afeganistã Mimésima do Sétimo Copo, com o firme propósito de simplesmente pregar o amor incondicional.

Mas faltava ainda o milagre comprovado para que a beatificação fosse aceita pelo Vaticano. E eis que mais uma vez deus iluminou o caminho de mais uma criatura que viu as idéias de Mima expostas no fotolog. Tathy Diabaruiva foi ao encontro de Mima para colocar à prova toda sua fé novamente. Ao se deparar com Tathy, Mima percebeu que havia algo bom em seu coração. Tathy bradava em alto e claro tom: “Eu vou comer você, eu vou matar todos vocês!!!” Era uma cena bizarra, a pobre garota virava os olhos, sua língua se partiu em dois tal qual a de uma serpente, jogando veneno para onde olhava. De seus olhos saiam labaredas de fogo que queimavam tudo ao seu redor. Mima mais uma vez com todo seu poder se aproximou da criatura, e iniciou ali uma batalha que durou mais 40 dias e 40 noites. Após o 40° dia, Tathy já tomada pelo cansaço não tinha mais forças para continuar a lutar contra a destemida serva do criador, e foi então que Mima se aproximou e tocou seu peito, e com algumas palavras fez com que a garota gritasse mais ainda como uma louca e possuída e em seguida cair ao chão. Como um passe de mágica sua face se tornou mais serena, seus olhos se mostraram limpos e seu cabelo mudou de vermelho para loiro. Eis que Mima a levantou, abraçou e novamente semeou o amor em seu coração. Ela ainda declarou que a partir daquele dia seu nome passaria de Tathy Diabaruiva pra Tathy Diabaloira.

José do Pontifício que a tudo observava de longe, havia filmado tudo viu que naquelas fitas estava o que elas precisavam para concretizar a beatificação da pontífice Mima.

Mais uma vez parecia que o grande senhor queria que a sofrida jornada de Mima se tornasse mais sacrificada. José do Pontifício colocou a série de 93 fitas K-7 à venda no RedeTVShop.com.br ao valor exorbitante de um milhão de reais.

A nossa santa Mima que nunca desiste se uniu a Tathy e H0rus e se postaram na Avenida Paulista com canecas de alumínio alugadas na loja do Seu Armando e começaram a coletar donativos para a sua nobre causa. Eis que então após 40 dias e 40 noites prostrados sem ao menos um copo d’água, conseguiram arrecadar um milhão de reais e ligaram para o RedeTVShop para comprar as fitas K-7 que comprovavam o milagre feito por Mima.

As fitas foram encaminhadas ao Vaticano para estudo e após 40 dias e 40 noites de análise foram consideradas verídicas e se procedeu a liberação do alvará de licença para que Mima pudesse exercer sua profissão de Santa, com registro em carteira e tudo mais. Neste momento, Deus em sua magnitude desceu à Terra, se apresentou mais uma vez diante da agora Santa Mima e cedeu-lhe o símbolo de sua santidade: a sagrada auréola amarela que somente os celestiais podem carregar.

A partir dali estava sacramentada a Igreja Afeganistã Mimésima do Sétimo Copo, com Santa Mima no papel de Santa e Bispa, H0rus Tadeu como pastor de sucumbido e Tathy Diabaloira como a ex-possuída e salva, seguidora e professora de Teologia Mimésica.

Com tudo isso iniciou-se o maior de todos os trabalhos, o arrebanhamento de todos aqueles e aquelas (mais aquelas que aqueles), que precisam e anseiam por salvação, que precisam ser amadas, pessoas que não mais carregam esse nobre sentimento em seu coração e sentem sede da palavra de conforto de Santa Mima.

Dessa forma foi retratada resumidamente a saga de Santa Mima até a sua beatificação e a criação da Igreja Afeganistã Mimésima do Sétimo Copo.

A partir daqui teremos muito trabalho em prol da salvação das almas de todos os pobres mortais perdidos e mulambentos do mundo.

Abaixo está a imagem da nossa grande, suprema, onipresente, onipontente, linda maravilhosa joiada, salve salve, todas as dádivas vem de ti, Santa Mima